Provided by: apt-listchanges_3.20_all bug

NOME

       apt-listchanges - Mostra novas entradas em changelog a partir de arquivos de pacotes
       Debian

SINOPSE

       apt-listchanges [[opções...]] {[--apt] | [pacote.deb...]}

DESCRIÇÃO

       apt-listchanges é uma ferramenta para mostrar o que foi alterado numa nova versão de um
       pacote Debian, em comparação com versão instalada actualmente no sistema.

       Faz isto ao extrair as entradas relevantes de ambos NEWS.Debian e ficheiros
       changelog[.Debian], normalmente encontrados em /usr/share/doc/pacote, a partir de arquivos
       de pacotes Debian.

       Por favor note que na instalação predefinida se o apt-listchanges for accionado durante
       actualizações como um plugin do APT, apenas mostra entradas de NEWS.Debian. Isto pode ser
       alterado com a opção --which.

       Se forem mostradas entradas changelog e o pacote não conter o ficheiro changelog[.Debian],
       o apt-listchanges chama o comando apt-get changelog para descarregar o changelog da rede.
       Este comportamento pode ser desactivado com a opção --no-network.

       Dando um conjunto de nomes de ficheiros como argumentos (ou ler a partir do apt usando
       --apt), o apt-listchanges irá sondar os ficheiros (assumindo que são arquivos de pacotes
       Debian) pelas entradas changelog relevantes, e mostrá-las todas num sumário agrupado por
       pacote fonte. Os grupos são ordenados pela urgência da alteração mais urgente, e depois
       pelo nome do pacote. As alterações dentro de cada grupo de pacotes são mostradas pelo
       ordem em que aparecem nos ficheiros changelog, isto é, começando pela mais recente e
       acabando na mais antiga; pode ser usada a opção --reverse para alterar esta ordem.

OPÇÕES

       apt-listchanges fornece as seguintes opções para controlar o seu comportamento. A maioria
       delas têm entradas equivalentes no ficheiro de configuração, veja "FICHEIRO DE
       CONFIGURAÇÃO" em baixo para detalhes.

       --apt
           Lê nomes de ficheiros a partir de canalização especialmente formatada (como fornecido
           pelo apt), em vez de a partir de argumentos de linha de comandos, e honra certas
           opções específicas do apt no ficheiro de configuração. Esta canalização (pipeline) tem
           de estar no formato da "versão 2", especificado na configuração do apt.

       -v, --verbose
           Mostra informação adicional (normalmente não desejada). Por exemplo, mostra uma
           mensagem quando um pacote da mesma versão ou anterior está para ser instalado, ou
           quando um pacote está para ser instalado pela primeira vez.

       -f, --frontend
           Selecciona qual frontend a usar para mostrar informação ao utilizador. Os frontends
           actuais incluem:

           pager
               usa o comando sensible-pager(1) para mostrar os resultados. O comando usa a
               variável de ambiente PAGER para escolher o seu pager favorito. A opção "pager"
               pode ser especificada no ficheiro de configuração para seleccionar um pager
               específico para usar com o apt-listchanges.

           browser
               Mostra o changelog formatado em HTML com hiperligações para bugs e endereços de
               email usando o comando sensible-browser(1) que examina a variável de ambiente
               BROWSER para escolher o seu navegador favorito. A opção "browser" pode ser
               especificada no ficheiro de configuração para seleccionar um navegador específico
               para usar com o apt-listchanges.

           xterm-pager
               Usa o seu paginador favorito para mostrar resultados, mas fá-lo num xterm (usando
               a alternativa x-terminal-emulator) nos bastidores. Isto permite-lhe continuar com
               a actualização se desejar, e continuar a navegar nos changelogs. Você pode
               sobrepor o emulador de terminar a ser usado com a opção de configuração "xterm" .

           xterm-browser
               A combinação lógica de xterm-pager e browser. Apenas apropriada para navegadores
               de modo-de-texto.

           text
               Despeja os resultados no stdout, sem pausas.

           mail
               Envia mail para o endereço especificado com --email-address, e não mostra os
               changelogs.

           gtk
               Gera uma janela gtk para mostrar os changelogs. Precisa do python3-gi instalado.

           none
               Não faz nada. Pode ser usado para impedir que o apt-listchanges corra quando
               configurado para correr automaticamente a partir do apt.

           Por favor note que o apt-listchanges irá tentar mudar para um utilizador sem
           privilégios antes de criar comandos nos frontends "browser", "xterm-browser", e
           "xterm-pager". No entanto, isto presentemente não se aplica ao frontend "pager". Veja
           também "VARIÁVEIS DE AMBIENTE" em baixo.

       --email-address=endereço
           Adicionalmente a mostrá-los, envia por mail uma cópia dos dados de changelog para o
           endereço especificado. Para apenas enviar por mail as entradas de changelog, use esta
           opção com o frontend especial 'mail'.

       --email-format={text|html}
           Se o envio de cópias por mail estiver activo (veja --email-address em cima), esta
           opção selecciona se o mail deve ser enviado nos antigos e bons dados em texto simples
           (o que é o comportamento predefinido), ou em dados html com ligações para se clicar, o
           que pode ser mais conveniente para pessoas que usem clientes de mail gráficos.

       -c, --confirm
           Após mostrar os changelogs, pergunta ao utilizador se deve ou não prosseguir. Se o
           utilizador escolher não prosseguir, será devolvido um estado de saída não-zero, e o
           apt irá abortar.

       -a, --show-all
           Em vez de tentar mostrar entradas changelog que sejam mais recentes que a versão
           actualmente instalada do pacote, simplesmente mostra todas as entradas changelog para
           todos os pacotes. Isto é útil para visualizar o changelog inteiro de um .deb antes de
           o extrair.

       -n, --no-network
           Em casos raros quando um pacote binário (ou para ser mais preciso; nenhum dos pacotes
           binários compilados a partir do mesmo pacote fonte e que são processados juntamente em
           grupo) não contém um ficheiro changelog, por predefinição o apt-listchanges executa
           apt-get changelog para descarregar changelogs a partir dos servidores de rede
           normalmente disponibilizados pela distribuição do seu sistema operativo. Esta opção
           irá desactivar este comportamento, o que pode ser útil por exemplo para sistemas atrás
           de uma firewall.

       --save-seen=ficheiro
           Esta opção irá fazer com que o apt-listchanges acompanhe a última versão de um pacote
           para o qual changelogs foram mostrados, para evitar re-mostrar os mesmos changelogs
           numa futura invocação. A base de dados é armazenada no ficheiro nomeado. Especifique
           'none' para desactivar esta funcionalidade.

       --dump-seen
           Mostra o conteúdo da base de dados vista na saída standard como uma lista de linhas
           consistindo do nome do pacote fonte e a sua versão vista mais recente, separados por
           espaço. Esta opção requer o caminho para a base de dados vista seja conhecido: por
           favor ou o especifique-o usando a opção --save-seen ou passe a opção --profile=apt
           para ele ser lido a partir do ficheiro de configuração.

       --since=versão
           Esta opção irá fazer com que o apt-listchanges as entradas posteriores à versão
           especificada. Com esta opção, o único outro argumento que você pode passar é o caminho
           para um ficheiro .deb.

       --which={news|changelogs|both}
           Esta opção selecciona se notícias (de NEWS.Debian et al.), changelogs (de
           changelog.Debian et al.) ou ambos devem ser mostrados. A predefinição é de apenas
           mostrar as noticias.

       --help
           Mostrar informação de sintaxe.

       -h, --headers
           estas opções irão fazer com que o apt-listchanges insira um cabeçalho antes de cada
           changelog do pacote a mostrar o nome do pacote, e os nomes dos pacotes binários que
           estão a ser actualizados (se existir mais do que um, ou se for diferente do nome do
           pacote fonte).

       --debug
           Mostra alguma informação de depuração.

       --profile=nome
           Selecciona um perfil de opção.  nome corresponde a uma secção em
           /etc/apt/listchanges.conf. A predefinição quando invocada a partir do apt é "apt", e
           caso contrário "cmdline".

       --reverse
           Mostra as entradas do changelog em ordem inversa.

       --ignore-apt-assume, --ignore-debian-frontend
           Desactiva o forçar de frontend não-interactivo em alguns dos casos descritos na secção
           "SOBREPOSIÇÃO AUTOMÁTICA DE FRONTEND" em baixo.

       --select-frontend
           Escolhe o frontend interactivamente. Esta opções é principalmente para objectivos de
           testes, por favor não a use.

SOBREPOSIÇÃO AUTOMÁTICA DE FRONTEND

       Para uma melhor integração com as ferramentas existentes de gestão de pacotes, o
       apt-listchanges tenta detectar se as actualizações de pacotes são feitas num modo
       não-interactivo, e muda automaticamente o seu frontend para 'text' quando qualquer das
       seguintes condições é satisfeita.

       ·   a saída standard não está ligada ao terminal:

       ·   a opção --quiet (-q) é dada ao apt-get(8) (ou aptitude(8)); note no entanto que quando
           a opção é usada mais do que uma vez, o apt-listchanges muda o frontend para 'mail';

       ·   a opção --assume-yes (-y) é dada ao apt-get(8);

       ·   a variável de ambiente DEBIAN_FRONTEND é definida para "noninteractive", e
           APT_LISTCHANGES_FRONTED não é definida.

       Por objectivos de compatibilidade com verses anteriores, as últimas duas verificações de
       cima podem ser desactivadas com as entradas no ficheiro de configuração
       "ignore_apt_assume=true" ou "ignore_debian_frontend=true" (veja "FICHEIRO DE CONFIGURAÇÃO
       em baixo) ou ao usar as opções de linha de comandos --ignore-apt-assume ou
       --ignore-debian-frontend.

       Por favor note também que o frontend "mail" já é um não-interactivo, assim nunca é mudado
       para o frontend "text".

       Adicionalmente o apt-listchanges sobrepões os frontends baseados em X11 ("gtk",
       "xterm-pager", "xterm-browser") com "pager" (ou "browser" no caso de "xterm-browser")
       quando a variável de ambiente DISPLAY não está definida.

FICHEIRO DE CONFIGURAÇÃO

       apt-listchanges lê a sua configuração a partir de /etc/apt/listchanges.conf. O ficheiro
       consiste de secções com nomes dentro de parênteses rectos. Cada secção deve conter linhas
       no formato chave=valor. As linhas começadas com o sinal "#" são tratadas como comentários
       e ignoradas.

       Secção é um nome de perfil que pode ser usado como parâmetro da opção --profile.

       A configuração da secção "apt" pode ser gerida por debconf(7), e a maioria dos ajustes lá
       podem ser alterados com a ajuda do comando dpkg-reconfigure apt-listchanges.

       Chave é um nome de algumas opções de linha de comando (excepto para --apt, --profile,
       --help) com os hífenes iniciais removidos, e os hífenes restantes convertidos em
       underscores, por exemplo: "email_format" ou "save_seen".

       Valor representa o valor da opção correspondente. Para opções de linha de comandos que não
       aceitam argumentos, como "confirm" ou "headers", o valor deve ser definido ou para "1",
       "yes", "true", e "on" de modo a activar a opção, ou para "0", "no", "false", e "off" para
       a desactivar.

       Adicionalmente chave pode ser uma das seguintes palavras-chave: "browser", "pager" ou
       "xterm". O valor de tal entrada de configuração deve ser o nome de um comando apropriado,
       eventualmente seguido dos seus argumentos, por exemplo : "pager=less -R".

       Exemplo 1. Exemplo de ficheiro de configuração

           [cmdline]
           frontend=pager

           [apt]
           frontend=xterm-pager
           email_address=root
           confirm=1

           [custom]
           frontend=browser
           browser=mozilla

       O ficheiro de configuração em cima especifica que em modo de linha de comandos, o frontend
       predefinido deve ser "pager". Em modo do apt, o frontend xterm-pager é o predefinido, deve
       ser enviada por mail para o root uma cópia dos changelogs (se algum), e o apt-listchanges
       deve perguntar por confirmação. se o apt-listchanges for invocado com --profile=custom,
       será usado o frontend browser, e invocar o mozilla.

AMBIENTE

       APT_LISTCHANGES_FRONTEND
           Frontend a usar.

       APT_LISTCHANGES_USER, SUDO_USER, USERNAME
           O valor da primeira das variáveis de cima a existir será usado como o nome do
           utilizador para o qual mudar quando corre comandos gerados pelos frontends "browser",
           "xterm-browser", e "xterm-pager" se o apt-listchanges for arrancado por um utilizador
           com privilégios.

       DEBIAN_FRONTEND
           Se definido para "noninteractive", então pode forçar o apt-listchanges a usar um
           frontend não-interactivo, veja a secção SOBREPOSIÇÃO AUTOMÁTICA DE FRONTEND para
           detalhes.

       BROWSER
           usado pelo frontend browser, deve ser regulado para um comando que espere um ficheiro:
           URL para um ficheiro HTML file a mostrar.

       PAGER
           Usado pelo frontend pager

       APT_HOOK_INFO_FD
           Descritor de ficheiro de onde ler nomes de pacotes no modo --apt. (Espera-se que o apt
           regule esta variável para um número de descritor de ficheiro apropriado).

FICHEIROS

       /etc/apt/listchanges.conf
           Ficheiro de configuração.

       /etc/apt/apt.conf.d/20listchanges
           Ficheiro usado para registar apt-listchanges no sistema apt.

       /var/lib/apt/listchanges.db
           Base de dados usada para save-seen.

AUTOR

       apt-listchanges foi escrito por Matt Zimmerman <mdz@debian.org>

       O manutenção actual é feita por Robert Luberda <robert@debian.org>

VEJA TAMBÉM

       sensible-pager(1), sensible-browser(1), apt-get(8), aptitude(8)