Provided by: debhelper_12.6.1ubuntu2_all bug

NOME

       dh_strip - despoja executáveis, bibliotecas partilhas, e algumas bibliotecas estáticas

RESUMO

       dh_strip [debhelper opções] [-Xitem] [--dbg-package=pacote] [--keep-debug]

DESCRIÇÃO

       dh_strip é um programa debhelper que é responsável por despojar executáveis, bibliotecas
       partilhadas, e bibliotecas estáticas que não são usadas para depuração.

       Este programa examina os seus directórios de compilação de pacotes e decide sozinho o que
       despojar. Usa o file(1), as permissões de ficheiros e os nomes dos ficheiros para
       descobrir quais ficheiros são bibliotecas partilhadas (*.so), binários executáveis, e
       bibliotecas estáticas (lib*.a) e de depuração (lib*_g.a, debug/*.so), e despoja cada um o
       máximo possível. (O que não é de todo para bibliotecas de depuração.) Em geral parece
       acertar muito bem nos ficheiros, e fará o trabalha certo em quase todos os casos.

       Como é muito difícil perceber automaticamente se um ficheiro é um módulo, e difícil
       determinar como despojar um módulo, o dh_strip presentemente não lida com o despojar de
       módulos binários como os ficheiros .o.

OPÇÕES

       -Xitem, --exclude=item
           Exclui ficheiros que contenham item em qualquer ponto do seu nome de serem despojados.
           Você pode usar esta opção várias vezes para construir uma lista de coisas a excluir.

       --dbg-package=pacote
           Esta opção é agora uma opção de objectivo especial que normalmente vocẽ não precisa.
           Na maioria dos casos, deverá haver poucas razões para usar esta opção para novos
           pacotes fonte pois o debhelper gera automaticamente pacotes de depuração (pacotes
           "dbgsym"). Se você tem um --dbg-package manual que deseja substituir por um pacote de
           símbolos de depuração gerado automaticamente, por favor veja a opção
           --dbgsym-migration.

           Faz o dh_strip salvar os símbolos de depuração despojados dos pacotes em que actua
           como ficheiros independentes no directório de compilação do pacote do pacote de
           depuração especificado.

           Por exemplo, se os seus pacotes são libfoo e foo e você deseja incluir um pacote foo-
           dbg com símbolos de depuração, use dh_strip --dbg-package=foo-dbg.

           Esta opção implica que --no-automatic-dbgsym e não pode ser usado com
           --automatic-dbgsym ou --dbgsym-migration.

       -k, --keep-debug
           Esta opção é agora uma opção de objectivo especial que normalmente vocẽ não precisa.
           Na maioria dos casos, deverá haver poucas razões para usar esta opção para novos
           pacotes fonte pois o debhelper gera automaticamente pacotes de depuração (pacotes
           "dbgsym"). Se você tem um --dbg-package manual que deseja substituir por um pacote de
           símbolos de depuração gerado automaticamente, por favor veja a opção
           --dbgsym-migration.

           Os símbolos de depuração serão retidos, e separados para um ficheiro independente em
           usr/lib/debug/ no directório de compilação do pacote. --dbg-package é mais fácil de
           usar que esta opção, mas esta opção é mais flexível.

           Esta opção implica que --no-automatic-dbgsym e cannot seja usado com
           --automatic-dbgsym.

       --dbgsym-migration=package-relation
           Esta opção é usada para migrar de um pacote "-dbg" manual (criado com --dbg-package)
           para um pacote de símbolos de depuração gerado automaticamente. Esta opção deve
           descrever uma relação Replaces- e Breaks válida, a qual será adicionada ao pacote de
           símbolos de depuração para evitar conflitos de ficheiros com o pacote -dbg (agora
           obsoleto).

           Esta opção implica que --automatic-dbgsym e cannot seja usado com --keep-debug,
           --dbg-package ou --no-automatic-dbgsym.

           Exemplos:

             dh_strip --dbgsym-migration='libfoo-dbg (<< 2.1-3~)'

             dh_strip --dbgsym-migration='libfoo-tools-dbg (<< 2.1-3~), libfoo2-dbg (<< 2.1-3~)'

       --automatic-dbgsym, --no-automatic-dbgsym
           Controla se o dh_strip deve criar pacotes de símbolos de depuração quando possível.

           A predefinição é criar pacotes de símbolos de depuração.

       --ddebs, --no-ddebs
           Nome histórico para --automatic-dbgsym e --no-automatic-dbgsym.

       --ddeb-migration=package-relation
           Nome histórico para --dbgsym-migration.

       --keep-lto
           Sections containing information generated by -flto -ffat-lto-objects are normally
           removed from static archives, because the streaming format changes even in minor GCC
           versions, and because cross package link time optimizations are normally not desired.
           This option allows to keep this information in the static libraries.

NOTAS

       Se a variável de ambiente DEB_BUILD_OPTIONS conter nostrip,  nada será despojado, em
       conformidade com a política Debian (secção 10.1 "Binários"). Isto irá também inibir a
       criação automática de pacotes de símbolos de depuração.

       A criação automática de pacotes de símbolos de depuração também pode ser prevenida ao
       adicionar noautodbgsym à variável de ambiente DEB_BUILD_OPTIONS. No entanto, dh_strip irá
       na mesma adicionar debuglinks aos binários ELF quando a bandeira estiver definida. Isto
       não garante que o pacote deb regular irá ser idêntico com e sem esta bandeira (assumindo
       que é caso contrário reproduzível "bit por bit".

EM CONFORMIDADE COM

       Debian policy, versão 3.0.1

VEJA TAMBÉM

       debhelper(7)

       Este programa é parte do debhelper.

AUTOR

       Joey Hess <joeyh@debian.org>

TRADUÇÃO

       Américo Monteiro

       Se encontrar algum erro na tradução deste documento, por favor comunique para Américo
       Monteiro a_monteiro@gmx.com ou Equipa Debian de Tradução Portuguesa traduz@debianpt.org.