Provided by: apt_1.9.4_amd64 bug

NOME

       apt-config - Programa de Consulta de Configuração do APT

SINOPSE

       apt-config [--empty] [--format '%f "%v";%n'] [-o=config_string]
                  [-c=ficheiro_de_configuração] {shell | dump | {-v | --version} | {-h | --help}}

DESCRIÇÃO

       apt-config é um programa interno usado por várias partes da suite APT para fornecer uma
       configurabilidade consistente. Acede ao ficheiro de configuração principal
       /etc/apt/apt.conf de um modo que é fácil de usar para aplicações em script.

       A menos que a opção -h, ou --help seja fornecida, um dos comandos abaixo têm que estar
       presentes.

       shell
           shell é usado para aceder à informação de configuração a partir de um script shell. É
           fornecido pares de argumentos, sendo o primeiro uma variável de shell e o segundo o
           valor de configuração a consultar. Como resultado cria uma lista de comandos
           atribuídos a shell para cada valor presente. Num script shell deverá ser usado como se
           segue:

               OPTS="-f"
               RES=`apt-config shell OPTS MyApp::options`
               eval $RES
           Isto irá definir a variável de ambiente shell $OPTS ao valor de MyApp::options com uma
           predefinição de -f.

           O item de configuração pode ser pós-fixado com um /[fdbi]. f devolve nomes de
           ficheiros, d devolve directórios, b devolve verdadeiro ou falso e i devolve um número
           inteiro. Cada um dos valores devolvidos é normalizado e verificado internamente.

       dump
           Apenas mostra o conteúdo do espaço de configuração.

OPÇÕES

       Todas as opções de linha de comandos podem ser definidas usando o ficheiro de
       configuração, as descrições indicam a opção de configuração a definir. Para opções
       booleanas você pode sobre por o ficheiro de configuração usando algo como -f-,--no-f,
       -f=no ou várias outras variantes.

       --empty
           Inclui opções que têm um valor vazio. Isto é a predefinição, então use --no-empty para
           removê-las dos resultados.

       --format '%f "%v";%n'
           Define a saída de cada opção de configuração. %t irá ser substituído com o seu nome
           individual, %f com o seu nome hierárquico e %v com o seu valor. O uso de letras
           maiúsculas e caracteres especiais no valor será codificado para assegurar que pode,
           por exemplo, ser usado em segurança numa string citada como definido por RFC822.
           Adicionalmente %n será substituído por uma nova linha, e %N por um separador. Um %
           pode ser escrito ao usar %%.

       -h, --help
           Mostra um sumário curto da utilização.

       -v, --version
           Mostra a versão do programa.

       -c, --config-file
           Ficheiro de Configuração; Especifica o ficheiro de configuração a usar. O programa irá
           ler o ficheiro de configuração predefinido e depois este ficheiro de configuração. Se
           as definições de configuração precisarem de ser definidas antes, os ficheiros de
           configuração predefinidos são analisados especificando um ficheiro com a variável de
           ambiente APT_CONFIG. Veja apt.conf(5) para informação de sintaxe.

       -o, --option
           Define uma Opção de Configuração; Isto irá definir uma opção de configuração
           arbitrária. A sintaxe é -o Foo::Bar=bar.  -o e --option podem ser usadas várias vezes
           para definir opções diferentes.

VEJA TAMBÉM

       apt.conf(5)

DIAGNÓSTICO

       apt-config devolve zero em operação normal, 100 decimal em erro.

BUGS

       página de bugs do APT[1]. Se deseja reportar um bug no APT, por favor veja
       /usr/share/doc/debian/bug-reporting.txt ou o comando reportbug(1).

TRADUÇÂO

       A tradução Portuguesa foi feita por Américo Monteiro <a_monteiro@netcabo.pt> de 2009 a
       2012. A tradução foi revista pela equipa de traduções portuguesas da Debian
       <traduz@debianpt.org>.

       Note que este documento traduzido pode conter partes não traduzidas. Isto é feito
       propositadamente, para evitar perdas de conteúdo quando a tradução está atrasada
       relativamente ao conteúdo original.

AUTORES

       Jason Gunthorpe

       Equipa do APT

NOTAS

        1. página de bugs do APT
           http://bugs.debian.org/src:apt