Provided by: po-debconf_1.0.15ubuntu1_all bug

NOME

       po-debconf - introduA~XA~Xo

DESCRIA~XA~XO

       O objectivo do "debconf" era tornar a configuraA~XA~Xo do pacote amiga
       do utilizador.  De modo a alcanA~Xar isto, A~X importante assegurar que
       os utilizadores irA~Xo obter a questA~Xo no seu idioma.  Os tradutores
       necessitam de um mecanismo para facilmente trabalharem nas
       traduA~XA~Xes sem terem de perseguir o desenvolvimento do pacote; O
       "po-debconf" foi desenhado para ser capaz de trabalhar com ferramentas
       "gettext" standard ao traduzir ficheiros de templates debconf.

ACRESCENTAR SUPORTE DE I18N A FICHEIROS DE TEMPLATES DEBCONF

       Se estA~X a acrescentar suporte a debconf ao seu pacote, vocA~X
       escreveu um ficheiro templates que contA~Xm o texto em InglA~Xs.  Para
       acrescentar o devido suporte a i18n ao seu pacote, vocA~X tem de:

       - Criar debian/po/POTFILES.in
           Este ficheiro contA~Xm a lista de templates mestre. Normalmente
           contA~Xm uma A~Xnica linha:

             [type: gettext/rfc822deb] templates

           Os caminhos sA~Xo relativos ao directA~Xrio pai.

       - Acrescentar um underscore antes dos campos a traduzir
           Normalmente podem ser traduzidos os campos "Description", "Choices"
           e A~ s vezes "Default".

       - Correr o debconf-updatepo
           Isto irA~X criar o ficheiro debian/po/templates.pot que os
           tradutores irA~Xo traduzir para o seu idioma.

       - Acrescentar a dependA~Xncia de compilaA~XA~Xo "po-debconf" em
       debian/control

ACTUALIZAR TEMPLATES

       De modo a ajudar os tradutores, os ficheiros PO no seu pacote devem
       estar sempre actualizados, caso contrA~Xrio eles podem perder o seu
       tempo a actualiza-lo com mensagens nA~Xo utilizadas.  Para isso,
       simplesmente chame o seguinte comando sem argumentos:

         $ debconf-updatepo

       VocA~X deve correr este comando cada vez que mudar os templates em
       InglA~Xs, mas tambA~Xm quando receber traduA~XA~Xes novas ou
       actualizadas, porque os tradutores podem ter trabalhado num ficheiro PO
       obsoleto.

       Se renomear, acrescentar ou remover alguns ficheiros de templates,
       lembre-se tambA~Xm de editar debian/po/POTFILES.in de acordo, caso
       contrA~Xrio ficarA~Xo a faltar as mensagens em InglA~Xs dos ficheiros
       PO e serA~Xo mostradas aos utilizadores mesmo que os ficheiros PO
       estejam traduzidos na totalidade.

       O programa debconf-updatepo A~X idempotente, modifica apenas os
       ficheiros PO se o seu conteA~Xdo foi actualizado.  Por isso A~X a
       melhor soluA~XA~Xo para fornecer ficheiros PO actualizados no seu
       pacote-fonte A~X chamar este comando a partir do alvo "clean" do
       ficheiro debian/rules.

       Por favor note que tem de correr debconf-updatepo mesmo se vocA~X
       utilizar dh_installdebconf.  O A~Xltimo chama o po2debconf o qual era
       utilizado para chamar o debconf-updatepo se fossem detectados ficheiros
       desactualizados, mas isto nA~Xo A~X actualmente o caso porque nA~Xo era
       uma boa soluA~XA~Xo devido a pelo menos duas razA~Xes:

       1. O po2debconf baseia-se em registos de tempo para detectar ficheiros
          desactualizados, e pode ser abusado ao utilizar o "pbuilder" ou se
          uma traduA~XA~Xo desactualizada for guardada no disco apA~Xs os
          templates terem sido modificados.

       2. O dh_installdebconf A~X chamado muito depois do ficheiro ".diff.gz"
          ter sido gerado

COMBINAR TRADUA~XA~XES E ORIGINAL

       VocA~X tem de se assegurar que quando o seu pacote for compilado, as
       traduA~XA~Xes irA~Xo ficar no pacote compilado. VocA~X pode fazer isso
       manualmente, ou automaticamente utilizando o script dh_installdebconf
       (assegure-se que tem uma dependA~Xncia de compilaA~XA~Xo com versA~Xo
       contra o "debhelper (>= 4.1.16)").

       Para o fazer manualmente, vocA~X tem de combinar os templates e as
       traduA~XA~Xes durante a compilaA~XA~Xo (e tem de ter uma dependA~Xncia
       de compilaA~XA~Xo contra o "po-debconf") como isto:

         $ po2debconf debian/templates > debian/tmp/DEBIAN/templates

       TENHA CUIDADO: os dois ficheiros chamados templates nA~Xo sA~Xo o
       mesmo. O primeiro contA~Xm apenas o texto em InglA~Xs, com marcas para
       denotar alguns campos a serem traduzidos enquanto que o segundo
       contA~Xm todos os idiomas.  Isto A~X para dizer que vocA~X NA~XO PODE
       manter apenas os templates combinados, ou nA~Xo serA~X capaz de lidar
       com traduA~XA~Xes que as pessoas lhe submeterem.

NOVOS TEMPLATES MESTRE

       O formato da fonte do novo ficheiro templates A~X idA~Xntico a um dos
       ficheiros templates distribuidos, mas os campos a traduzir sA~Xo
       precedidos com um underscore.  Exemplo:

         Template: debconf/frontend
         Type: select
         _Choices: Dialog, Readline, Gnome, Editor, Noninteractive
         Default: Dialog
         _Description: Interface a utilizar com os pacotes a configurar:
          Os pacotes que utilizam debconf para a configuraA~XA~Xo partilham um aspecto
          e funcionamento idA~Xnticos.  VocA~X pode escolher o tipo de interface com o
          utilizador que utilizam.
          .
          O frontend dialog A~X uma interface de A~Xcran inteiro, baseada em caracter,
          enquanto que o frontend readline oferece uma interface de texto simples,
          mais tradicional, e o frontend gnome A~X uma interface X moderna. O
          frontend editor permite configurar as coisas pelo uso do seu editor de
          texto favorito. O frontend noninteractive nA~Xo apresenta nenhuma questA~Xo.

       DIVIDIR A LISTA DE ESCOLHAS

       Desde o "po-debconf" 0.6.0, os campos localizados podem conter dois
       underscores no inicio.  Neste caso, o valor do campo A~X suposto ser
       uma vA~rgula separada por uma lista de valores, que sA~Xo postos em
       msgids diferentes.  Por isso se o exemplo anterior contivesse

         __Choices: Dialog, Readline, Gnome, Editor, Noninteractive

       isto seriam 5 msgids diferentes.  Note que os espaA~Xos a seguir A~ s
       vA~rgulas nA~Xo sA~Xo significativos.

       Basicamente quando a lista de escolhas nunca muda, o "_Choices" nA~Xo
       tem problemas, mas caso aconteA~Xa o contrA~Xrio "__Choices" irA~X
       facilitar a vida ao tradutor.

       Infelizmente se decidir mudar entre essas duas formas, todas as
       traduA~XA~Xes serA~Xo marcadas como fuzzy.  Aqui estA~X uma
       explicaA~XA~Xo para tornar esta alteraA~XA~Xo sem perda de
       traduA~XA~Xes (necessita do "po-debconf" >= 1.0).  Suponha que queremos
       mudar o exemplo anterior para  "__Choices".  VocA~X copia o ficheiro
       templates para um ficheiro temporA~Xrio.

         $ cp debian/templates debian/foo

       Edite debian/foo e mantenha apenas os campos "Template", "Type" e
       "_Choices", que estA~Xo neste exemplo

         Template: debconf/frontend
         Type: select
         _Choices: Dialog, Readline, Gnome, Kde, Editor, Noninteractive

       Para compilar os ficheiros PO como se "__Choices" fosse escrito corra
       debconf-gettextize com as flags "--merge" e "--choices" , e combine
       esses ficheiros PO com os existentes:

         $ debconf-gettextize --merge --choices debian/foo

       Eventualmente terA~X de remover foo e manualmente editar
       debian/templates para substituir "_Choices" por "__Choices" antes de
       debconf-updatepo ser corrido.

       COLOCAR COMENTA~XRIOS PARA OS TRADUTORES

       Os maintainers do "Dpkg" decidiram que por convenA~XA~Xo as linhas que
       comeA~Xam por um cardinal ("#") sA~Xo comentA~Xrios nos ficheiros
       debian/control, e o "po-debconf" segue esta regra. Desde o "po-debconf"
       0.8.0, tais comentA~Xrios sA~Xo escritos nos ficheiros PO, e podem
       conter informaA~XA~Xes valiosas para os tradutores. Incidentalmente
       todas as versA~Xes anteriores do "po-debconf" ignoram linhas que nA~Xo
       contenham o sinal de dois pontos, por isso se os seus comentA~Xrios
       nA~Xo contA~Xm qualquer sinal de dois pontos, nA~Xo A~X necessA~Xrio
       acrescentar uma dependA~Xncia de compilaA~XA~Xo com versA~Xo contra o
       "po-debconf".  Aqui estA~X um exemplo:

         Template: debconf/button-yes
         Type: text
         # Tradutores, este texto irA~X aparecer num botA~Xo, por isso mantenham-no CURTO!
         _Description: Yes

       No "po-debconf" 1.0 foram introduzidos comentA~Xrios especiais para
       lidar com mensagens que sA~Xo compostas por vA~Xrios itens (como o
       campo Choices) ou parA~Xgrafos (como o Description). Com estas
       directivas, os developers tA~Xm um melhor controlo sobre o que A~X
       mostrados aos tradutores.  Estes estA~Xo na forma "#flag:directive"; as
       directivas estA~Xo detalhadas abaixo.

       translate:spec, translate!:spec
          Marcar apenas alguns itens como traduzA~veis; spec A~X uma lista de
          nA~Xmeros separada por vA~rgulas, especifica quais as mensagens
          serA~Xo escritas nos ficheiros PO.  As gamas tambA~Xm podem ser
          definidas atravA~Xs de um sinal de menos (por exemplo  "2-6"), e um
          asterisco ("*") significa todas as mensagens.  Por exemplo, com

            Template: partman-basicfilesystems/fat_mountpoint
            Type: select
            #flag:translate:3,4
            __Choices: /dos, /windows, Introduzir manualmente, NA~Xo o montar
            _Description: Ponto de montagem para esta partiA~XA~Xo:

          "Intoduzir manualmente" e "NA~Xo o montar" irA~X aparecer nos
          ficheiros PO mas nA~Xo "/dos" and "/windows".  Quando o ponto de
          exclamaA~XA~Xo segue a palavra-chave translate, spec especifica
          quais as mensagens que serA~Xo descartadas dos ficheiros PO, todas
          as outras mensagens serA~Xo mostradas.  O exemplo anterior A~X
          similar a

            Template: partman-basicfilesystems/fat_mountpoint
            Type: select
            #flag:translate!:1,2
            __Choices: /dos, /windows, Introduza manualmente, NA~Xo o montar
            _Description: Ponto de montagem para esta partiA~XA~Xo:

          A mesma palavra-chave pode tambA~Xm ser aplicada ao campo
          Description para assegurar que algumas mensagens nA~Xo serA~Xo
          traduzidas.

            Template: partman-crypto/options_missing
            Type: error
            #flag:translate!:3
            _Description: Faltam opA~XA~Xes de encriptaA~XA~Xo necessA~Xrias
             As opA~XA~Xes de encriptaA~XA~Xo para o dispositivo ${DEVICE} estA~Xo incompletas.
             Por favor volte ao menu da partiA~XA~Xo e escolha todas as opA~XA~Xes necessA~Xrias.
             .
             ${ITEMS}

          Mas isto A~X perigoso porque o contexto pode ser eliminado dos
          ficheiros PO, neste caso por favor acrescente os comentA~Xrios para
          que os tradutores nA~Xo fiquem confusos.

       comment:spec, comment!:spec
          O comentA~Xrio apA~Xs esta directiva aplica-se A~ s mensagens
          especificadas por spec, que A~X definida acima.  Por omissA~Xo, um
          comentA~Xrio A~X escrito antes de um campo a traduzir e escrito
          juntamente com todas as mensagens que pertenA~Xam a este campo.
          (Nota: com o "po-debconf" < 1.0, o comentA~Xrio era escrito apenas
          com a primeira mensagem)

          Template: arcboot-installer/prom-variables
            Type: note
            # Tradutores, a 4AX mensagem desta descriA~XA~Xo foi largada
            # dos ficheiros PO.  ContA~Xm comandos da shell e nA~Xo deve ser
            # traduzida.
            #flag:comment:3
            # "Stop for Maintenance" deve ser deixado em InglA~Xs
            #flag:translate!:4
            _Description: Definir variA~Xveis na PROM para Arcboot
             Se esta A~X a primeira instalaA~XA~Xo de Linux nesta mA~Xquina,
          ou se os discos
             rA~gidos foram reparticionados, tA~Xm de ser definidas algumas
          variA~Xveis na
             PROM anes do sistema ser capaz de arrancar normalmente.
             .
             No fim desta etapa da instalaA~XA~Xo, o sistema irA~X reiniciar.
             ApA~Xs isto, introduza o comando monitor a partir da opA~XA~Xo
          "Stop for
             Maintenance", e introduza os seguintes comandos:
             .
                setenv OSLoader arcboot
                setenv OSLoadFilename Linux
             .
             IrA~X ter de fazer isto apenas uma vez.  Depois disso, introduza
          o comando
             "boot" ou reinicie o sistema para passar A~  prA~Xxima etapa da
          instalaA~XA~Xo.

          O exemplo acima tem um comentA~Xrio sem a directiva "#flag:comment",
          onde A~X acrescentado um "#flag:comment:*" implA~cito.  Este
          comentA~Xrio aparece com todas as mensagens, mas a que tem Stop for
          Maintenance A~X mostrada apenas antes da mensagem relevante.

       partial
          Esta palavra-chave diz ao po2debconf para manter as mensagens
          traduzidas mesmo que nA~Xo estejam todas traduzidas.  Por favor
          utilize-a com cautela, esta palavra-chave foi introduzida para
          propA~Xsitos muito especA~ficos.

       AVISAR OS TRADUTORES ANTES DE FAZER UM UPLOAD

       Normalmente os tradutores tomam conhecimento nas pA~Xginas web de
       estado (veja abaixo) que as traduA~XA~Xes estA~Xo desactualizadas, e
       enviam patches que serA~Xo incluidos em futuros uploads.  Mas os
       developers sA~Xo encorajados a pedir uma actualizaA~XA~Xo aos
       maintainers de traduA~XA~Xes desactualizadas antes dum upload, por
       exemplo com uma semana de antecedA~Xncia.  Para este propA~Xsito foi
       escrita uma ferramenta dedicada, o podebconf-report-po.  NA~Xo hesite
       em abusar dela!

AVISOS

       · O "Debconf" 1.2.0 reconhece campos na forma Name-lang.encoding, e.g.
         "Description-de.ISO-8859-1" ou "Choices-ru.KOI8-R".  Por
         prA~X-definiA~XA~Xo o po2debconf escreve ficheiros templates nesse
         novo formato.  VersA~Xes mais antigas do "debconf" irA~Xo ignorar
         estes campos, mas A~X mostrado o texto em InglA~Xs. Para saber como
         alterar a codificaA~XA~Xo e o formato de saA~da veja po2debconf(1).

       · Uma dada mensagem em InglA~Xs apenas pode ter uma A~Xnica
         traduA~XA~Xo num dado idioma. A~X impossA~vel dar duas traduA~XA~Xes
         diferentes, dependendo do contexto.  Para resolver este problema,
         vocA~X tem de acrescentar marcas especiais para as diferentes
         ocorrA~Xncias de uma dada mensagem para as tornar diferentes. (Estas
         marcaA~XA~Xes apenas serA~Xo visA~veis aos tradutores, e serA~Xo
         removidas da mensagem antes de ser mostrada ao utilizador)

         Tais marcadores tA~Xm de ser acrescentados no final das mensagens a
         traduzir, tA~Xm de comeA~Xar por  "[ " (um parentesis recto esquerdo
         seguido de um espaA~Xo) e terminar com "]" (parentesis recto
         direito), e pode conter qualquer carA~Xcter excepto parentesis rectos
         ou novas linhas. Por exemplo "[ blahblah]" A~X um marcador vA~Xlido
         enquanto que "[ bla[bla]bla]" nA~Xo o A~X. Para viciados em
         expressA~Xes regulares de Perl, os marcadores sA~Xo reconhecidos (e
         removidos) utilizando esta regra:

           $msg =~ s/\[\s[^\[\]]*\]$//s;

       · O espaA~Xamento nA~Xo A~X lidado exactamente da mesma forma pelo
         "po-debconf" e pelo "debconf-utils"; com o A~Xltimo, os parA~Xgrafos
         sA~Xo reformatados ao actualizar e combinar traduA~XA~Xes, por isso o
         "debconf-utils" A~X muito esperto e nA~Xo considera os espaA~Xos como
         parte das mensagens ao determinar as entradas fuzzy. (i.e., as que
         necessitam a atenA~XA~Xo do tradutor devido ao original ter sido
         alterado)

         Por outro lado o "po-debconf" baseia-se no "gettext" para detectar
         entradas fuzzy, e nA~Xo trata os espaA~Xos como caracteres especiais.
         Por isso os espaA~Xos supA~Xrfluos tA~Xm de ser removidos do final
         das linhas nos ficheiros-mestre templates, ou irA~Xo aparecer nos
         ficheiros PO e POT.

         Pela mesma razA~Xo, o debconf-gettextize pode marcar o texto como
         fuzzy se os caracteres espaA~Xo nA~Xo coincidirem, os tradutores
         terA~Xo de manualmente eliminar os fuzzys de tais mensagens.  Isto
         apenas acontece uma vez ao converter os templates para o formato
         "po-debconf", a menos que altere aleatoriamente os espaA~Xos nos
         ficheiros-mestre templates, o que serA~X trabalhoso para os
         tradutores.

       · Normalmente o campo Default: nA~Xo pode ser traduzido quando o tipo
         do template for Select ou Multiselect. Sob raras circunstA~Xncias
         (e.g. ao escolher o idioma prA~X-definido para uma aplicaA~XA~Xo) os
         valores localizados podem ter significado.

         O valor localizado nA~Xo deve ser traduzido, mas escolhido a partir
         de uma lista de valores em InglA~Xs listados no campo Choices.  A
         melhor forma de alcanA~Xar esta meta A~X inserir um comentA~Xrio no
         seu ficheiro templates o qual serA~X copiado para os ficheiros PO.

           Template: geneweb/lang
           Type: select
           __Choices: Danish (da), Dutch (nl), English (en), Esperanto (eo)
           #  VocA~X NA~XO deve traduzir esta mensagem, mas pode mudar o seu valor.
           #  O comentA~Xrio dentro de parentesis A~X utilizado para distinguir este msgid
           #  do que estA~X na lista Choices; vocA~X nA~Xo tem de se preocupar acerca deles,
           #  e tem apenas de escolher uma msgstr entre os valores em InglA~Xs
           #  listados no campo Choices acima, e.g.  msgstr "Dutch (nl)"
           _Default: English (en)[ default language]
           _Description: Geneweb default language

         O valor prA~X-definido tambA~Xm aparece no campo Choices, e ambos
         tA~Xm traduA~XA~Xes diferentes: a primeira A~X um valor por traduzir
         escolhido entre os valores de Choices, e a A~Xltima A~X uma
         traduA~XA~Xo normal.  Como o "gettext" nA~Xo pode ter duas
         traduA~XA~Xes diferentes no mesmo msgid, entA~Xo ambos os msgids
         tA~Xm de ser diferentes utilizando para isso comentA~Xrios em
         parentesis rectos conforme A~X descrito na secA~XA~Xo anterior.

         Antes do "po-debconf" 0.8.0, nA~Xo estavam disponA~veis tais
         comentA~Xrios e os maintainers tinham de substituir o campo _Default:
         por _DefaultChoice: de modo a destacar tais campos nos ficheiros PO:

           #. DefaultChoice
           msgid ""
           "English[ prA~X-definido: nA~Xo traduzir o que estA~X dentro de parentesis"
           "rectos, ponha aqui o seu idioma mas SEM TRADUZIR.  Se nA~Xo estiver na"
           " lista, ponha English (sem o que estA~X nos parentesis)]"
           msgstr ""
           "Portuguese"

         ComentA~Xrios simples nos ficheiros templates sA~Xo menos sujeitos a
         erros e sA~Xo encorajados.

PA~XGINAS WEB DE ESTADO

       As estatA~sticas para as traduA~XA~Xes "po-debconf" estA~Xo disponA~‐
       veis em <http://www.debian.org/intl/l10n/po-debconf/> (ou nos seus
       mirrors); estas sA~Xo automaticamente actualizadas quando for feito o
       upload dos novos pacotes.  Apenas sA~Xo considerados os pacotes que
       contenham debian/po/templates.pot e debian/po/POTFILES.in, por isso
       deve assegurar-se que o seu pacote com a fonte o disponibiliza.

       Os tradutores podem obter os ficheiros PO e POT a partir daqui, mas
       eles devem sempre entrar em contacto com o tradutor anterior (o seu
       endereA~Xo de mail pode ser encontrado no ficheiro PO) e/ou os seus
       companheiros de traduA~XA~Xes em
       debian-l10n-<language>@lists.debian.org (se tal lista existir) para se
       assegurar que ninguA~Xm estA~X a trabalhar nessa traduA~XA~Xo ao mesmo
       tempo, e ler os relatA~Xrios de bug actuais do pacote que vai traduzir
       para ver se ja foi relatada uma traduA~XA~Xo.

       ApA~Xs traduzir estes ficheiros, eles devem submeter o seu trabalho ao
       maintainer como um relato de bug de severidade wishlist e com o tag
       patch.

VEJA TAMBA~XM

       debconf-gettextize(1), debconf-updatepo(1), dh_installdebconf(1),
       podebconf-report-po(1).  po2debconf(1).

AUTORES

         Martin Quinson <Martin.Quinson@ens-lyon.fr>
         Denis Barbier <barbier@linuxfr.org>

                                  2008-10-24                     PO-DEBCONF(7)