Provided by: apt_0.7.14ubuntu6_i386 bug

NAME

       apt_preferences - Arquivo de controle de preferências para o APT

DESCRIçãO

       O  arquivo  de  preferências do APT /etc/apt/preferences pode ser usado
       para  controlar  quais  versões  de  pacotes  serão  selecionadas  para
       instalação.

       Diversas  versões  de um pacote podem estar disponíveis para instalação
       quando o arquivo sources.list(5) contém referências para  mais  de  uma
       distribuição  (por  exemplo,  stable  e  testing).  O  APT  atribui uma
       prioridade para cada versão que esteja disponível. Sujeito a obstáculos
       de  dependências,  o  apt-get  seleciona para instalação a versão com a
       maior prioridade.   O  arquivo  de  preferências  do  APT  sobrepoe  as
       prioridades que o APT atribui a cada versão de pacote por padrão, dando
       assim ao usuário controle sobre qual versão  do  pacote  é  selecionada
       para instalação.

       Diversas instâncias da mesma versão de um pacote pode estar disponíveis
       quando o arquivo sources.list(5)  contém  referências  a  mais  de  uma
       fonte.  Nesse caso, o apt-get faz o download da instância listada antes
       no arquivo sources.list(5).  O arquivo de preferências do APT não afeta
       a escolha da instância.

   ATRIBUIçõES DE PRIORIDADE PADRãO DO APT
       Caso  não  exista  um  arquivo  de  preferências ou caso não exista uma
       entrada no arquivo que se aplique a  uma  instância  em  particular,  a
       prioridade  atribuída  a  essa instância é a prioridade da distribuição
       para  a  qual  a  instância  pertence.  É   possível   selecionar   uma
       distribuição,  conhecida como "a versão alvo" (the target release), que
       recebe uma prioridade maior do que as outras distribuições.   A  versão
       alvo  pode ser definida na linha de comando do apt-get ou no arquivo de
       configuração do APT /etc/apt/apt.conf.  Por exemplo,

       apt-get install -t testing algum-pacote

       APT::Default-Release "stable";

       Caso uma versão alvo tenha sido especificada o  APT  usará  o  seguinte
       algoritmo  para  definir  as  prioridades  das instâncias de um pacote.
       Atribuirá :

       prioridade 100
              para a instância que já esteja instalada (caso exista).

       prioridade 500
              para as instâncias que não estã instaladas e que não pertencem a
              versão alvo.

       prioridade 990
              para  as  instâncias  que  não  estejam instaladas e pertençam a
              versão alvo.

       Caso nenhuma versão alvo tenha sido especificada,  o  APT  simplesmente
       irá  atribuir  a  prioridade  100  para  todas as instâncias de pacotes
       instaladas e a prioridade 500 para todas as instâncias de  pacotes  não
       instaladas.

       O APT aplica as regras a seguir, listadas em ordem de precedência, para
       determinar qual instância de um pacote instalar.

       · Nunca faz um downgrade a menos que  a  prioridade  de  uma  instância
         disponível  exceda  1000. (Fazer um "downgrade" é instalar uma versão
         menos recente de um pacote no lugar de uma versão mais recente.  Note
         que  nenhuma  das  prioridades padrão do APT excede 1000; prioridades
         altas  como  essa  podem  ser  definidas  somente   no   arquivo   de
         preferências.   Note   também  que  fazer  um  "downgrade"  pode  ser
         arriscado.)

       · Instala a instância de prioridade mais alta.

       · Caso duas ou mais instâncias possuam a mesma  prioridade,  instala  a
         instância  mais  recente  (ou  seja,  aquela  com  o  maior número de
         versão).

       · Caso duas ou mais instâncias possuam a mesma prioridade e  número  de
         versão mas os pacotes sejam diferentes em alguns de seus metadados ou
         a opção --reinstall seja fornecida, instala aquela desinstalada.

       Em uma situação típica, a instância instalada de um pacote  (prioridade
       100)  não  é  tão recente quanto uma das versões disponíveis nas fontes
       listadas no arquivo sources.list(5) (prioridade 500 ou 990).   Então  o
       pacote  será atualizado quando os comandos apt-get install algum-pacote
       ou apt-get dist-upgrade forem executados.

       Mais raramente, a versão instalada de um pacote é mais recente  do  que
       qualquer  uma  das outras versões disponíveis. O dowgrade do pacote não
       será feito quando os comandos apt-get install algum-pacote  ou  apt-get
       upgrade forem executados.

       Algumas  vezes  a  versão  instalada  de um pacote é mais recente que a
       versão que pertence a versão alvo, mas não tão recente quanto a  versão
       que  pertence  a alguma outra distribuição. Um pacote como esse será na
       verdade atualizado quando os comandos apt-get install  algum-pacote  ou
       apt-get  upgrade  forem executados, devido a pelo menos uma das versões
       disponíveis possuir uma prioridade maior do que a versão instalada.

   O EFEITO DAS PREFERêNCIAS DO APT
       O arquivo de preferências do APT permite ao  administrador  do  sistema
       personalizar prioridades. O arquivo consiste de um ou mais registros de
       múltiplas linhas  separados  por  linhas  em  branco.  Registros  podem
       possuir uma das duas formas, uma forma específica e uma forma geral.

       · A  forma  específica  atribui uma uma prioridade (uma "Pin-Priority")
         para um pacote  e  versão  ou  faixa  de  versão  especificados.  Por
         exemplo,  o  registro a seguir atribui uma prioridade alta para todas
         as versões do pacote perl os quais  tenham  seus  números  de  versão
         iniciando com "5.8".

         Package: perl
         Pin: version 5.8*
         Pin-Priority: 1001

       · O forma geral atribui uma prioridade para todas as versões de pacotes
         em uma dada distribuição (isto é, para toda as versões de pacotes que
         estejam  em  um  certo  arquivo  Release) ou para todas as versões de
         pacotes que provenientes de um  site  Internet  em  particular,  como
         identificado  pelo  nome  de  domínio  totalmente qualificado do site
         Internet.

         Essa entrada de forma geral no arquivo de preferências do APT aplica-
         se  somente a grupos de pacotes. Por exemplo, o registro a seguir faz
         com que o APT atribua uma prioridade alta para todas  as  versões  de
         pacotes disponíveis no site local.

         Package: *
         Pin: origin ""
         Pin-Priority: 999

         Uma  nota  de  aviso  :  a palavra-chave usada aqui é "origin".  Esta
         palavra não deve ser confundida  com  a  origem  ("Origin:")  de  uma
         distribuição  como  especificado em um arquivo Release. O que segue a
         tag "Origin:" em um  arquivo  Release  não  é  um  endereço  de  site
         Internet  mas  sim  nome  de  autor  ou  distribuidor  (vendor), como
         "Debian" ou "Ximian".

         O registro a seguir  atribui  uma  prioridade  baixa  para  todas  as
         versões  de pacote que pertençam a qualquer distribuição cujo nome do
         Repositório seja "unstable".

         Package: *
         Pin: release a=unstable
         Pin-Priority: 50

         O registro a seguir atribui uma prioridade alta para todas as versões
         de  pacotes  que pertençam a qualquer versão cujo nome do Repositório
         seja "stable" e cujo número de versão seja "3.0".

         Package: *
         Pin: release a=unstable, v=3.0
         Pin-Priority: 50

   COMO O APT INTERPRETA PRIORIDADES
       Prioridades (P) atribuídas no arquivo de preferências do APT devem  ser
       números  inteiros positivos ou negativos. Eles são interpretados como a
       seguir (a grosso modo):

       P > 1000
              faz com  que  uma  instância  seja  instalada  mesmo  caso  isso
              constitua um dowgrade do pacote

       990 < P <=1000
              faz  com  que  uma  versão seja instalada mesmo caso a mesma não
              venha de uma versão alvo, a menos que a  versão  instalada  seja
              mais recente

       500 < P <=990
              faz  com  que  uma  versão seja instalada a menos que exista uma
              versão  disponível  pertencente  a  versão  alvo  ou  a   versão
              instalada seja mais recente

       100 < P <=500
              faz  com  que  uma  versão seja instalada a menos que exista uma
              versão disponível pertencente a alguma outra distribuição  ou  a
              versão instalada seja mais recente

       0 <= P <=100
              faz  com  que  uma versão seja instalada somente caso não exista
              uma versão instalada do pacote

       P < 0  impede a versão de ser instalada

       Caso um dos registro de forma específica descritos acima  case  (match)
       com  uma  versão disponível do pacote então o primeiro desses registros
       encontrados determinará a prioridade da  versão  do  pacote.  Na  falha
       desse cenário, caso quaisquer registros de forma genérica casem (match)
       com uma versão do pacote disponível então o primeiro  desses  registros
       encontrado determinará a prioridade da versão do pacote.

       Por  exemplo,  suponha que o arquivo de preferências do APT contenha os
       três registros apresentados anteriormente :

       Package: perl
       Pin: version 5.8*
       Pin-Priority: 1001

       Package: *
       Pin: origin ""
       Pin-Priority: 999

       Package: *
       Pin: release unstable
       Pin-Priority: 50
       Então :

       · A versão mais recente  disponível  do  pacote  perl  será  instalado,
         contanto  que esse número de versão da versão inicie com "5.8".  Caso
         qualquer versão 5.8* de perl esteja disponível e a  versão  instalada
         seja 5.9*, será feito um downgrade do perl.

       · Uma versão de qualquer pacote diferente de perl que esteja disponível
         no sistema  local  possui  prioridade  sobre  outras  versões,  mesmo
         versões pertencentes a versão alvo.

       · Uma  versão de um pacote cuja origem não seja o sistema local mas sim
         algum outro site listado no arquivo sources.list(5) e que pertença  a
         uma  distribuição  unstable  é  instalada  somente  caso a mesma seja
         selecionada para instalação e nenhuma  versão  do  pacote  já  esteja
         instalada.

   DETERMINAçãO DA VERSãO DO PACOTE E PROPRIEDADES DA DISTRIBUIçãO
       As  localidades  listadas  em um arquivo sources.list(5) devem fornecer
       arquivos Packages e  Release  para  descrever  os  pacotes  disponíveis
       nessas localidades.

       O    arquivo   Packages   é   normalmente   encontrado   no   diretório
       .../dists/nome-distribuio/componente/arquitetura   :   por   exemplo,
       .../dists/stable/main/binary-i386/Packages.   O arquivo consiste de uma
       série de registros de múltiplas linhas, uma para cada pacote disponível
       no  diretório. Somente duas linhas em cada registro são relevantes para
       definir prioridades do APT :

       a linha Package:
              informa o nome do pacote

       a linha Version:
              informa o número de versão do pacote

       O arquivo Release é normalmente encontrado no diretório .../dists/nome-
       distribuio    :    por    exemplo,    .../dists/stable/Release,    ou
       .../dists/woody/Release.   O  arquivo  consiste  de  um   registro   de
       múltiplas  linhas  o  qual  se  aplica  a todos os pacotes na àrvore de
       diretórios abaixo de seu diretório pai. Diferente do arquivo  Packages,
       quase  todas  as  linhas  em  um  arquivo Release são relevantes para a
       definição de prioridades do APT :

       a linha Archive:
              dá nome ao repositório para o qual todos os pacotes na àrvore de
              diretório  pertencem.  Por  exemplo,  a  linha "Archive: stable"
              especifica que todos os pacotes na àrvore de diretório abaixo do
              diretório  pai  do arquivo Release estão no respositório stable.
              Especificar esse valor no arquivo de preferências  do  APT  iria
              requerer a linha :

              Pin: release a=stable

       a linha Version:
              dá  nome  a  versão  da  distribuição. Por exemplo, os pacote na
              àrvore podem pertencer a distribuição  Debian  GNU/Linux  versão
              3.0.  Note  que  normalmente não existe número de versão para as
              distribuições testing e unstable devido as mesmas não terem sido
              lançadas  ainda.  Especificar isso no arquivo de preferências do
              APT iria requerer uma das linhas a seguir.

              Pin: release v=3.0
              Pin: release a=stable v=3.0
              Pin: release 3.0

       a linha Component:
              dá nome ao componente de licenciamento associado com os  pacotes
              na  àrvore de diretório do arquivo Release. Por exemplo, a linha
              "Component: main" especifica que todos os pacotes na  àrvore  de
              diretório  são do componente main, o que significa que as mesmas
              estão licenciadas sob os termos da Linhas Guias  Debian  para  o
              Software  Livre (a DFSG). Especificar esse componente no arquivo
              de preferências do APT iria requerer a linha :

              Pin: release c=main

       a linha Origin:
              dá nome ao produtor  dos  pacotes  na  àrvore  de  diretório  do
              arquivo   Release.  O  mais  comum  é  esse  valor  ser  Debian.
              Especificar essa origem no arquivo de preferências do  APT  iria
              requerer a linha :

              Pin: release o=Debian

       a linha Label:
              dá  nome ao rótulo (label) dos pacotes na árvore de diretório. O
              mais comum é esse valor  ser  Debian.  Especificar  esse  rótulo
              (label)  no arquivo de preferências do APT iria requerer a linha
              :

              Pin: release l=Debian

       Todos os arquivos Packages e Release obtidos das  localidades  listadas
       no arquivo sources.list(5) são mantidos no diretório /var/lib/apt/lists
       ou no arquivo  indicado  pela  variável  Dir::State::Lists  no  arquivo
       apt.conf.            Por           exemplo,          o          arquivo
       debian.lcs.mit.edu_debian_dists_unstable_contrib_binary-i386_Release
       contém  o  arquivo  Release  obtido  do  site debian.lcs.mit.edu para a
       arquitetura binary-i386, arquivos do componente contrib da distribuição
       unstable.

   LINHAS OPCIONAIS EM UM REGISTRO DE PREFERêNCIAS DO APT
       Cada  registro  em um arquivo de preferências do APT pode opcionalmente
       iniciar com uma ou mais linhas iniciadas com  a  palavra  Explanation:.
       Isto oferece um local para inserir comentários.

       A  linha  Pin-Priority:  em  cada  registro  de  preferências  do APT é
       opcional. Caso omitida, o APT atribuirá uma prioridade  de  1  menos  o
       último  valor  especificado  em  uma  linha iniciando com Pin-Priority:
       release ....

EXEMPLOS

   ACOMPANHANDO A STABLE
       O arquivo de preferências do APT a seguir fará com que  o  APT  atribua
       uma  prioridade  maior  do  que a prioridade padrão (500) para todas as
       versões de pacotes pertencentes a distribuição stable e uma  prioridade
       proibitivamente  baixa  para  versões  de pacotes pertencentes a outras
       distribuições Debian.

       Explanation: Desinstala ou não instala nenhuma versão de pacote originada
       Explanation: do Debian a não ser aquelas na distribuição stable
       Package: *
       Pin: release a=stable
       Pin-Priority: 900

       Package: *
       Pin: release o=Debian
       Pin-Priority: -10

       Com um arquivo sources.list(5) apropriado e o arquivo  de  preferências
       acima,  quaisquer um dos comandos a seguir farão com que o APT atualize
       para a(s) ulítma(s) versão(ôes) stable.

       apt-get install nome-pacote
       apt-get upgrade
       apt-get dist-upgrade

       O comando a seguir fará com que o APT atualize  o  pacote  especificado
       para  a  última  versão  da  distribuição  testing;  o pacote não serpa
       atualizado novamente a menos que esse comando seja executado novamente.

       apt-get install pacote/testing

   ACOMPANHANDO A TESTING
       O  arquivo  de  preferências do APT a seguir fará com que o APT atribua
       uma prioridade maior para versões de pacote  da  distribuição  testing,
       uma prioridade menor para versões de pacotes da distribuição unstable e
       uma prioridade proibitivamente baixa para versões de pacotes de  outras
       distribuições Debian.

       Package: *
       Pin: release a=testing
       Pin-Priority: 900

       Package: *
       Pin: release a=unstable
       Pin-Priority: 800

       Package: *
       Pin: release o=Debian
       Pin-Priority: -10

       Com  um arquivo sources.list(5) adequado e o arquivo de preferências do
       APT acima, quaisquer dos comandos a seguir farão com que o APT atualize
       para a(s) última(s) versão(ões) testing.

       apt-get install nome-pacote
       apt-get upgrade
       apt-get dist-upgrade

       O  comando  a  seguir fará com que o APT atualize o pacote especificado
       para a última versão da distribuição unstable. Assim, o comando apt-get
       upgrade  irá atualizar o pacote para a versão testing mais recente caso
       essa versão seja mais recente que a versão instalada, caso não seja,  o
       pacote será atualizado para a versão unstable mais recente caso a mesma
       seja mais recente que a versão instalada.

       apt-get install pacote/unstable

CONSULTE TAMBéM

       apt-get(8) apt-cache(8) apt.conf(5) sources.list(5)

BUGS

       Consulte a página  de  bugs  do  APT  <URL:http://bugs.debian.org/apt>.
       Caso  você  queira  relatar um bug no APT, por favor consulte o arquivo
       /usr/share/doc/debian/bug-reporting.txt ou o comando reportbug(1).

AUTHOR

       O APT foi escrito pela equipe APT <apt@packages.debian.org>.

TRADUçãO

       Esta página de manual foi traduzida para  o  Português  do  Brasil  por
       André Luís Lopes <andrelop@ig.com.br>.

                                14 August 2008              APT_PREFERENCES(5)