Provided by: kde-l10n-ptbr_4.4.2-0ubuntu6_all bug

NAME

       ark - Ferramenta de arquivamento do KDE

SYNOPSIS

       ark [-b] [-a] [-e] [-c] [-f sufixo] [-p] [-t arquivo] [-d] [-o
           diretrio] [Opções genéricas do KDE]
           [Opções genéricas do Qtâ¢]

DESCRIçãO

       O  Ark  é  um  programa  para  gerenciar  vários formatos de arquivos
       compactados  no  ambiente  KDE.  Os  arquivos  compactados  podem   ser
       visualizados,  extraídos,  criados e modificados com o Ark. O programa
       pode manejar vários formatos como tar, gzip, bzip2, zip, rar(quando as
       bibliotecas  ou  programas  em  linha  de  comando  apropriados  estão
       instalados).

MODOS DE OPERAçãO

       O Ark tanto pode ser  usado  como  uma  GUI  independente  ou  como  um
       programa   da   linha   de   comando   para  realizar  algumas  tarefas
       específicas.

       Se for invocado sem as opções -b (--batch) ou -c (--add),  o  Ark  é
       iniciado como um programa GUI normal.

       Quando  for  usada  a  opção  -b (--batch), o Ark pode ser usado para
       extrair diretamente o conteúdo de um ou  mais  arquivos  a  partir  da
       linha de comando, sem invocar a sua GUI.

       Quando  é  usada  a  opção  -c  (--add),  o Ark pede os arquivos que
       deverão ser adicionados a um novo pacote ou a um pacote existente.

OPçõES

       -d, --dialog
              Mostrar uma janela para indicar as opções numa  operação  em
              lote ou de adição.

       -o, --destination diretrio
              Por  padrão,  usar  a  pasta  de  extração pasta. Se não for
              indicada, é usada a pasta atual.

   Opções para adição de arquivos
       -c, --add
              Pedir ao usuário um nome de pacote e adicionar arquivos a  ele.
              Sair quando terminar.

       -t, --add-to nome_do_arquivo
              Adicionar  os  arquivos  indicados ao arquivo. Criar o pacote se
              não existir. Sair quando terminar.

       -p, --changetofirstpath
              Muda a pasta atual para o primeiro  item  e  adiciona  todos  os
              outros itens em relação a esta.

       -f, --autofilename sufixo
              Seleciona  automaticamente  um  nome de arquivo, usando o sufixo
              selecionado  (por  exemplo  rar,  tar.gz,  zip  ou  outro   tipo
              suportado qualquer).

   Opções para a extração em lote
       b, --batch
              Usar  a interface em lote, em vez da janela normal. Esta opção
              está implícita se indicar mais de um URL.

       -e, --autodestination
              O argumento de destino será configurado com o local do primeiro
              arquivo indicado.

       -a, --autosubfolder
              O  conteúdo  do pacote será lido e, se detectar que não é um
              pacote com apenas uma pasta, será criada uma  sub-pasta  com  o
              nome do pacote.

EXEMPLOS

       ark --batch arquivo.tar.bz2
              Irá  extrair  arquivo.tar.bz2  no  diretório  atual sem exibir
              nenhuma GUI.

       ark -b -d arquivo.tar.bz2 arquivo2.zip
              Irá mostrar  em  primeiro  lugar  uma  janela  de  opções  de
              extração  e  irá então extrair tanto o pacote.tar.bz2 como o
              pacote2.zip para a pasta escolhida na janela.

       ark --add-to o-meu-pacote.zip fotografia1.jpg texto.txt
              Criará o arquivo o-meu-pacote.zip,  se  não  existir,  e  irá
              adicionar depois o fotografia1.jpg e texto.txt a ele.

AUTORES

       O Ark é mantido atualmente por Harald Hvaal  <haraldhv@stud.ntnu.no> e
       Raphael Kubo da Costa  <kubito@gmail.com>.

       Esta  página  do  manual  foi  escrita  primeiro   por   Lauri   Watts
       <lauri@kde.org> em 2005 para o KDE 3.4, sendo posteriormente atualizada
       em 2009 por Raphael Kubo da Costa  <kubito@gmail.com>.

AUTHORS

       Lauri Watts, Raphael Kubo da Costa.