Provided by: debconf-doc_1.5.28ubuntu4_all bug

NOME

       confmodule  -  comunica-se  com  o  FronEnd  do sistema de configuração
       Debian.

RESUMO

         #!/bin/sh -e
         . /usr/share/debconf/confmodule
         db_version 2.0
         db_capb ’backup’
         CAPB=$RET
         db_input ’foo/bar’ || true
         db_go || true

DESCRIÇÃO

       Esta é uma biblioteca de funções shell que facilita o comunicação com o
       sistema  de gerenciamento de configuração Debian. Ela pode se comunicar
       com um FrontEnd através do protocolo  debconf.  O  design  é  que  cada
       comando no protocolo é representado por uma função neste módulo. O nome
       da função é o mesmo do comando, exceto que o nome é iniciado com  "db_"
       é  está em caixa baixa. Chame a função e passe quaisquer parâmetros que
       você queira que sigam o comando. Qualquer código de retorno textual  do
       FrontEnd  será  retornado para você na variável $RET, enquanto o código
       de retorno numérico do  FrontEnd  será  retornado  como  um  código  de
       retorno  (e  então  aquelas  códigos de retorno devem ser capturados ou
       ignorados).

NOTAS

       Once this library is loaded, any text  you  later  output  will  go  to
       standard  error,  rather  than standard output. This is a good thing in
       general, because text sent to standard output  is  interpreted  by  the
       FrontEnd  as commands. If you do want to send a command directly to the
       FrontEnd, you must output it to file descriptor 3, like this:
         echo GET foo/bar >&3

       A biblioteca checa para certificar-se se  atualmente  está  conversando
       com  um  FrontEnd  examinando a variável DEBIAN_HAS_FRONTEND. Caso esta
       esteja definida, é assumido que um  FrontEnd  está  em  execução.  Caso
       contrário,  a biblioteca se torna um, e executa uma cópia do script que
       carregou a biblioteca conectado a ela. Isto significa que  se  você  se
       referenciar  a  esta  biblioteca,  você  deve fazer isso bem próximo do
       início de seu script, pois tudo antes da referência à  essa  biblioteca
       pode ser executado novamente.

VEJA TAMBÉM

       debconf-devel(7),       dpkg-preconfigure(8),      dpkg-reconfigure(8),
       debconf_specification in the debian-policy package

AUTOR

       Joey Hess <joeyh@debian.org>

TRADUÇÃO

       André Luís Lopes <andrelop@debian.org>

                                                                 CONFMODULE(3)