Provided by: manpages-pt_20040726-4_all bug

NOME

       rm - apaga arquivos e diretorios

SINOPSE

       rm [op,c~oes] arquivo...

       Opcoes POSIX: [-fiRr]

       Opcoes GNU (forma reduzida): [-dfirvR] [--help] [--version] [--]

DESCRI,C~AO

       rm  apaga  o  arquivo.   Por  padrao, nao sao apagados diretorios.  Mas
       quando a opcao -r ou -R e fornecida, a arvore de  diretorio  abaixo  do
       diretorio  especificado  e  removida  (e nao ha limitacoes de niveis de
       arvores de diretorios que podem ser apagados por 'rm -r').  E  um  erro
       quando o ultimo componente do caminho de busca do arquivo e um dos dois
       . ou ..  (para se evitar surpresas desagradaveis com 'rm -r .*' ou  'rm
       -r ..*').

       Se  a opcao -i e dada, ou se um arquivo nao pode ser escrito, a entrada
       padrao e um terminal, e se a opcao -f nao e fornecida, rm pergunta para
       o  usuario  se  deseja  remover o arquivo, escrevendo a questao no erro
       padrao e lendo  a  resposta  na  entrada  padrao.  Se  a  resposta  for
       negativa, o arquivo e preservado.

OP,C~OES POSIX

       -f     Nao   pergunta   por  confirmacoes.  Nao  imprime  mensagens  de
              diagnostico.  Nao produz mensagens de erro se o erro se  deve  a
              arquivos que nao existem.

       -i     Pergunta  por  confirmacao  (No  caso  de  ambas -f and -i serem
              fornecidas, a ultima delas tera efeito.)

       -r or -R
              Apaga as arvores de diretorio de forma recursiva.

DETALHES SVID

       A definicao da interface System V proibe a remocao  da  ultima  ligacao
       para um arquivo binario executavel que esta sendo executado.

DETALHES GNU

       A implementacao GNU (no Arquivos de Utilitarios 3.16) esta interrompida
       no sentido que ha um limite superior a profundidade de hierarquias  que
       podem  ser  removidas. (Se necessario, um utilitario 'deltree' pode ser
       usado para remover muitos niveis de arvores.)

OP,C~OES GNU

       -d, --directory
              Remove diretorios com unlink(2) no  lugar  de  rmdir(2),  e  nao
              exige  que  um diretorio esteja vazio antes de tentar um unlink.
              Somente funciona se voce tem privilegios apropriados. Porque  ao
              desvincular  um  diretorio  faz  qualquer  arquivo  no diretorio
              apagado se tornar inacessivel, e recomendado passar o fsck(8) no
              sistema de arquivos depois de fazer isto.

       -f, --force
              Ignora arquivos nao existentes a nunca questiona o usuario.

       -i, --interactive
              Questiona  se  cada  arquivo  sera  apagado.  Se  a  reposta for
              negativa, o arquivo e preservado.

       -r, -R, --recursive
              Apaga o conteudo dos diretorios de forma recursiva.

       -v, --verbose
              Imprime o nome de cada arquivo antes de apaga-lo.

OP,C~OES PADR~AO GNU

       --help Imprime a mensagem de uso na saida padrao e sai.

       --version
              Imprime a versao na saida padrao e sai.

       --     Encerra a lista de opcao.

AMBIENTE

       As variaveis LANG, LC_ALL, LC_CTYPE and LC_MESSAGES tem seu significado
       usual.

DE ACORDO COM

       POSIX  1003.2,  exceto  para  limitacoes  no  nivel  de profundidade de
       hierarquia do arquivo.

NOTAS

       Esta pagina descreve rm como e  encontrado  no  pacote  Utilitarios  de
       Arquivo  4.0;  outras  versoes  podem  ser  um pouco diferentes.  Envie
       correcoes  e  adicoes  para  aeb@cwi.nl.   Relatorio  de  problemas  no
       programa para fileutils-bugs@gnu.ai.mit.edu.

TRADUZIDO POR LDP-BR em 21/08/2000.

       Andre L. Fassone Canova <lonelywolf@blv.com.br> (traducao) Ricardo C.O.
       Freitas <english.quest@best-service.com> (revisao)

Arquivos de Utilitarios GNU 4.0     11/1998                              RM(1)