Provided by: debconf-i18n_1.5.42ubuntu1_all bug

NOME

       debconf-apt-progress - instala pacotes usando o debconf para mostrar
       uma barra de progresso

SINOPSE

        debconf-apt-progress [--] comando [argumentos ...]
        debconf-apt-progress --config
        debconf-apt-progress --start
        debconf-apt-progress --from waypoint --to waypoint [--] comando [argumentos ...]
        debconf-apt-progress --stop

DESCRIÇÃO

       debconf-apt-progress instala pacotes usando o debconf para mostrar uma
       barra de progresso. O comando fornecido deve ser qualquer frontend do
       apt de linha de comandos; especificamente, deve enviar informação do
       processo para o descritor de ficheiro seleccionado pela opção de
       configuração "APT::Status-Fd", e deve manter os descritores de ficheiro
       nomeados pela opção de configuração "APT::Keep-Fds" abertos quando
       invoca o debconf (directamente ou indirectamente), porque esses
       descritores de ficheiro irão ser usados para o protocolo de passagem do
       debconf.

       Os argumentos para o comando que você forneça devem geralmente incluir
       -y (para o apt-get ou aptitude) ou semelhante para evitar que o
       frontend do apt pare a aguardar entradas.  debconf-apt-progress não
       pode fazer isto por si próprio porque o argumento apropriado pode
       diferir entre frontends do apt.

       As opções --start, --stop, --from, e --to podem ser usadas para criar
       uma barra de progresso com múltiplos segmentos para os diferentes
       estágios de instalação, desde de que quem chama seja um confmodule
       debconf. O chamador também pode interagir com a barra de progresso
       usando o protocolo debconf se o desejar.

       O debconf tranca a sua base de dados de configuração quando arranca, o
       que infelizmente torna inconveniente ter uma instância do debconf a
       mostrar a barra de progresso e outra a passar as perguntas do pacote
       que está a ser instalado. Se você está a usar uma barra de progresso de
       múltiplos segmentos, você tem que avaliar a saída da opção --config
       antes de arrancar o frontend do debconf para contornar isto. Veja
       "EXEMPLOS" in os EXEMPLOS na secção em baixo.

OPÇÕES

       --config
           Escreve as variáveis de ambiente necessárias para iniciar um
           frontend de barra de progresso.

       --start
           Inicia uma barra de progresso, correndo por predefinição de 0 a
           100. Use --from and --to para usar outros pontos de finalização.

       --from waypoint
           Se usado com  --start, faz com que a barra de progresso comece em
           waypoint em vez de 0.

           Caso contrário, instala os pacotes com a sua barra de progresso
           começando neste "waypoint". Tem de ser usado com --to.

       --to waypoint
           Se usado com --start, faz com que a barra de progresso terminar em
           waypoint em vez de 100.

           Caso contrário, instala os pacotes com a sua barra de progresso
           terminando neste "waypoint". Tem de ser usado com --from.

       --stop
           Pára uma barra de progresso em execução.

       --no-progress
           Evita o arranque, paragem e passos da barra de progressos. As
           mensagens de progresso do apt, eventos de alteração de media, e
           perguntas do debconf serão mesmo assim passadas através do debconf.

       --dlwaypoint percentage
           Especifica qual a percentagem da barra de progresso é usada para
           download de pacotes. O restante será usado para a instalação dos
           pacotes. A predefinição que se usa é 15% para o download e os
           restantes 85% para a instalação.

       --logfile file
           Envia a saída normal do apt para o ficheiro fornecido.

       --logstderr
           Envia a saída normal do apt para o stderr. Se você não fornecer nem
           --logfile nem --logstderr, a saída normal do apt será descartada.

       --  Termina as opções. Como você normalmente precisa de fornecer pelo
           menos o argumento -y ao comando que está a ser executado,
           normalmente irá precisar de usar -- para prevenir que isso seja
           interpretado como uma opção para o próprio debconf-apt-progress.

EXEMPLOS

       Instala o ambiente de trabalho GNOME e um ambiente de desenvolvimento
       do sistema de janelas X dentro duma barra de progresso:

        debconf-apt-progress -- aptitude -y install gnome x-window-system-dev

       Instala os ambientes GNOME, KDE e XFCE dentro duma única barra de
       progresso, alocando 45% da barra de progresso para cada GNOME e KDE e
       os restantes 10% para o XFCE:

        #! /bin/sh
        set -e
        case $1 in
          '')
            eval "$(debconf-apt-progress --config)"
            "$0" debconf
            ;;
          debconf)
            . /usr/share/debconf/confmodule
            debconf-apt-progress --start
            debconf-apt-progress --from 0 --to 45 -- apt-get -y install gnome
            debconf-apt-progress --from 45 --to 90 -- apt-get -y install kde
            debconf-apt-progress --from 90 --to 100 -- apt-get -y install xfce4
            debconf-apt-progress --stop
            ;;
        esac

CÓDIGO DE RETORNO

       O código de saída do comando especificado é devolvido, a menos que o
       utilizador carregue no botão 'cancelar' na barra de progresso. Se o
       botão' cancelar' for carregado, é devolvido um valor de 30. Para evitar
       ambiguidade, se o comando devolver 30, é devolvido um valor de 3.

AUTORES

       Colin Watson <cjwatson@debian.org>

       Joey Hess <joeyh@debian.org>

TRADUÇÃO

       Américo Monteiro <a_monteiro@netcabo.pt>, 2010, 2012

       Por favor comunique quaisquer erros de tradução para
       a_monteiro@netcabo.pt, l10n@debianpt.org, ou submeta um relatório de
       bug contra o pacote debconf.

                                  2012-03-15      DEBCONF-APT-PROGRESS.PT.1(1)