Provided by: po-debconf_1.0.16+nmu2ubuntu1_all bug

NOME

       debconf-gettextize - extrair traduções de templates debconf para ficheiros PO

SINOPSE

       debconf-gettextize [-v] [-h] [--podir=DIR] [--choices] [--merge] master [master ...]

DESCRIÇÃO

       Os ficheiros /var/lib/dpkg/info/*.templates lidos pelo debconf contêm texto em Inglês e
       traduções no mesmo ficheiro.  Mas nos pacotes fonte, as traduções são geridas em ficheiros
       separados para ajudar os tradutores.  Na implementação inicial, um ficheiro mestre
       templates continha apenas o texto em Inglês, e os ficheiros templates.xx continham as
       mensagens originais e as mensagens traduzidas para o idioma xx.  O programa debconf-
       mergetemplate juntava os ficheiros mestre e traduzidos.

       A nova implementação com "po-debconf" é baseada em "gettext".  Os maintainers marcam os
       campos a traduzir acrescentando no seu inicio um underscore, as mensagens em Inglês são
       automaticamente extraídas para um ficheiro POT, os tradutores trabalham em ficheiros PO
       normais, e o po2debconf gera um ficheiro combinado de templates com a mesma estrutura.

       O programa debconf-gettextize foi desenvolvido inicialmente para ajudar a migrar para a
       nova implementação.

       · Lê uma lista de ficheiros mestre e as suas traduções associadas, e gera ficheiros
         po/*.po para cada idioma contendo as mensagens traduzidas.

       · Cada ficheiro de entrada recebe um sufixo ".old", e um novo ficheiro mestre sobrescreve
         o antigo; é idêntico ao ficheiro mestre anterior excepto que acrescentado no inicio um
         underscore aos campos a traduzir.  Os developers podem então escolher quais os campos em
         que os tradutores têm de trabalhar e quais são evitados porque os seus valores não
         dependem de definições locais.

       · Também é criado um ficheiro po/POTFILES.in, que contém a lista de ficheiros templates
         que o debconf-updatepo tem de processar.

       Normalmente o programa debconf-gettextize tem de ser executado apenas uma vez quando se
       transforma da primeira implementação para o formato "po-debconf", mas também pode ser
       utilizado posteriormente para transformar um campo "_Choices" em "__Choices" (ou vice-
       versa) sem perder traduções, quando utilizar a flag "--merge" (juntamente com "--choices",
       ou não).  O template desejado que contém os campos "_Choices" ou "__Choices" a modificar
       tem de ser copiado para um ficheiro template temporário, que é passado, como argumento, ao
       debconf-gettextize .  De seguida são executados os seguintes passos:

       1. O po2debconf é executado neste ficheiro template para gerar um ficheiro templates
          traduzido.

       2. O ficheiro templates traduzido é processado conforme é descrito acima e são gerados os
          ficheiros PO.

       3. Os ficheiros PO acabados de criar são combinados com os existentes.

       Quando os ficheiros PO são combinados, os campos "_Choices" têm de ser substituídos por
       "__Choices" (ou vice-versa) no ficheiro templates original antes de executar debconf-
       updatepo, caso contrário as novas traduções serão marcadas como 'fuzzy'.

OPÇÕES

       -h, --help
           Mostrar um sumário de utilização para o programa e sair.

       -v, --verbose
           Processar em modo detalhado.

       --podir=DIR
           Definir o directório para os ficheiros PO.  O pré-definido é procurar ficheiros PO no
           sub-directório po por baixo da localização do primeiro ficheiro mestre.

       --choices
           Por omissão, o debconf-gettextize substitui os campos "Choices" por "_Choices". Com
           esta opção são sobrescritos, em vez disso, os campos "__Choices".

       --merge
           Quando for esta opção for definida, as mensagens são combinadas com os ficheiros PO
           existentes.  Os ficheiros templates e po/POTFILES.in não são modificados.

AVISOS

       O campo "Default" é especial quando o tipo de template for "Select" ou "Multiselect",
       porque tem de ser escolhido um valor entre a lista de escolhas em Inglês, mesmo para
       valores traduzidos.  Normalmente este campo não pode ser alterado, mas em raras
       circunstâncias os valores traduzidos fazem sentido (e.g. escolher o idioma de uma
       aplicação).  De modo a deixar os tradutores saberem que este campo traduzido "Default" é
       especial, você tem de, por convenção, chama-lo de "_DefaultChoice" em vez de "_Default".

VEJA TAMBÉM

       debconf-updatepo(1), po2debconf(1), debconf-devel(7), po-debconf(7).

AUTORES

         Denis Barbier <barbier@linuxfr.org>
         Martin Quinson <martin.quinson@ens-lyon.fr>

                                            2012-02-02                      DEBCONF-GETTEXTIZE(1)