Provided by: kde-l10n-pt_4.8.2-0ubuntu2_all bug

NOME

       kate - Um editor de texto avançado para o KDE

SINOPSE

       kate [-s, --start nome] [--startanon] [-n, --new] [-b, --block] [-p,
            --pid pid] [-e, --encoding nome] [-l, --line linha] [-c, --column
            coluna] [-i, --stdin] [-u, --use] [Opções Genéricas do KDE]
            [Opções Genéricas do Qt]

DESCRIçãO

       O Kate é o Editor de Texto Avançado do KDE.

       O Kate também oferece o componente de edição para várias aplicações,
       sob o nome KWrite.

       Algumas das várias funcionalidades do Kate incluem o realce de sintaxe
       configurável para as linguagens que vão do C e C++ até ao HTML,
       passando por programas em 'bash', a capacidade de criar e manter
       projectos, uma interface para vários documentos (MDI) e um emulador de
       terminal incorporado.

       Mas o Kate é mais do que um editor para programadores. A sua capacidade
       de abrir vários ficheiros de uma vez torna-o ideal para editar os
       vários ficheiros de configuração do UNIX®. Este documento foi escrito
       no Kate.

OPçõES

       -s, --start nome
           Inicia o Kate com uma dada sessão.

       --startanon
           Inicia o Kate com uma nova sessão anónima; a mesma implica o -n.

       -n, --new
           Força o início de uma nova instância do Kate (é ignorado se for
           usada a opção start e se já estiver outra instância do Kate com a
           sessão indicada aberta); será forçada, caso não sejam indicados
           quaisquer parâmetros ou URL's.

       -b, --block
           Se estiver a usar uma instância do Kate, bloqueia até que esta
           saia, caso não sejam indicados quaisquer URL's a abrir.

       -p, --pid  pid
           Só tenta reutilizar a instância do Kate com este pid (é ignorado
           caso seja usado o start e já outra instância do Kate tenha
           atribuída a sessão indicada aberta).

       -e, --encoding  nome
           Modificar a codificação do ficheiro a abrir

           Poderá usar esta opção para obrigar a abrir um documento no formato
           UTF-8, por exemplo. (O comando iconv -l oferece uma lista com as
           codificações, o que poderá ser útil para si.)

       -l, --line  linha
           Navegar para esta linha

       -c, --column  coluna
           Navegar para esta coluna

       -i, --stdin
           Lê o conteúdo do stdin

       -u, --use
           Usa uma instância do Kate já em execução; opção por omissão, apenas
           para fins de compatibilidade

VEJA TAMBéM

       Existe documentação do utilizador mais detalhada em help:/kate (tanto
       poderá indicar este URL no Konqueror, como executar o khelpcenter
       help:/kate).

       Existe ainda mais informação disponível na página Web do Kate[1].

EXEMPLOS

       Para abrir um ficheiro chamado codigo.cpp na coluna 15 e linha 25 numa
       janela existente do Kate, poderá usar:

           kate -c 15 -l
           25 -u codigo.cpp

       Se tiver uma ligação à Internet, poderá tirar partido da transparência
       da rede do KDE para abrir um ficheiro num servidor de FTP. Se não tiver
       permissões de escrita no servidor remoto, o ficheiro será aberto apenas
       para leitura e ser-lhe-á pedido o nome do ficheiro local no qual deseja
       gravar, se fizer alterações nele. Se tiver permissões para escrita, as
       alterações serão feitas de forma transparente pela rede.

           kate ftp://ftp.kde.org/pub/kde/LEIA_ME

AUTORES

       O responsável pela manutenção do Kate é o Christoph Cullmann
       cullmann@kde.org. Uma lista completa dos autores e contribuintes para o
       projecto está disponível no manual de utilizador mencionado acima.

AUTOR

       Lauri Watts <lauri@kde.org>
           Autor.

NOTAS

        1. página Web do Kate
           http://kate-editor.org/