Provided by: debconf-doc_1.5.42ubuntu1_all bug

NOME

       confmodule  -  comunicar  com  um  FrontEnd  do sistema de configuração
       Debian.

SINOPSE

         #!/bin/sh -e
         . /usr/share/debconf/confmodule
         db_version 2.0
         db_capb 'backup'
         CAPB=$RET
         db_input 'foo/bar' || true
         db_go || true

DESCRIÇÃO

       Esta é uma biblioteca de funções shell que facilita a comunicação com o
       sistema  de  gestão  de  configuração  da Debian. Pode comunicar com um
       FrontEnd através do protocolo debconf. Está desenhada de modo que  cada
       comando  no  protocolo  é  representado  por uma função neste módulo. O
       nome-da-função é o mesmo que o comando, excepto se tiver o  prefixo  de
       "db_"  e em minúsculas. Chame a função e passe-lhe quaisquer parâmetros
       que queira a seguir ao comando. Qualquer código de retorno  textual  do
       FrontEnd será retornado para si na variável $RET, enquanto que o código
       de retorno numérico do  FrontEnd  será  retornado  como  um  código  de
       retorno  (e  assim  esses  códigos  de  retorno devem ser capturados ou
       ignorados).

NOTAS

       Após esta biblioteca estar carregada, qualquer texto que faça sair  irá
       para  o  error standard em vez da saída standard. Geralmente isto é bom
       porque o texto enviado  para  a  saída  standard  é  interpretado  pelo
       FrontEnd  como  comandos. Se você deseja enviar um comando directamente
       para o FrontEnd, você tem de enviá-lo para o descritor de  ficheiro  3,
       assim:
         echo GET foo/bar >&3

       A biblioteca faz verificações para ter a certeza que está mesmo a falar
       com um FrontEnd ao examinar a variável DEBIAN_HAS_FRONTEND. Se  estiver
       definida, assume-se que um FrontEnd está a correr. Se não, a biblioteca
       torna-se numa, e corre uma cópia do script que  carregou  a  biblioteca
       ligada a ela. Isto significa que se você usar a fonte desta biblioteca,
       deve fazê-lo muito próximo do topo do seu script, porque tudo antes  da
       fonte da biblioteca pode muito bem ser executado de novo.

VEJA TAMBÉM

       debconf-devel(7),       dpkg-preconfigure(8),      dpkg-reconfigure(8),
       debconf_specification no pacote debian-policy

AUTOR

       Joey Hess <joeyh@debian.org>

TRADUÇÃO

       Américo Monteiro <a_monteiro@netcabo.pt>, 2010,2012

       Por   favor   comunique    quaisquer    erros    de    tradução    para
       a_monteiro@netcabo.pt,  l10n@debianpt.org,  ou  submeta um relatório de
       bug contra o pacote debconf.

                                                                 CONFMODULE(3)